16 outubro 2008

Uma imagem

Por muito que se tenha escrito, que se escreva ou venha a ser escrito, não existem palavras suficientes que O/A descrevam.

4 comentários:

Mari disse...

De fato, não existem.
Acredito que nossa razão não conseguiria entender, talvez por sermos muito pequenos ainda.
Penso que mesmo diante desta grandeza infinita, ele é tão terno e misericordioso.
Por vezes pensei que ia demorar tanto para me ouvir, mas um dia parece que as janelas começaram a abrir.
Hoje entendo um pouco, aquilo que somente ele sabe, o motivo, o porquê? Eu nunca entenderei, mas me curvo diante dele e peço perdão por minha pequenez. Não sou nada diante dessa grandeza imensa. A Deus, ao PAi e ao Filho e Espírito Santo, todo meu amor.
Um forte abraço, lembrei de vc forte agora, espero que estejam bem!
Sua amiga mari.

Maria João disse...

E nós também ali estamos nas Suas mãos de Mãe!!!!

beijos em Cristo e Maria

Mari disse...

Um novo abraço forte Paulo!
Desejos de paz!

Ecclesiae Dei disse...

Beleza, ternura, amor! Palavras que me tocam a descrever essa imagem!
abraços fraternos
João