20 maio 2010

Perdão



"Meu Deus eu creio, adoro, espero e vos amo,
Peço-vos perdão pelos que não crêem, não adoram, não esperam e não vos amam."

São tantas as vezes que recito isto e, lá no fundo nem sempre sinto essas palavras no âmago da minha alma.
Tantas são as vezes que deveria, em primeiro lugar, pedir perdão por mim mesmo.
Inúmeras vezes, eu próprio, não creio, não adoro, não espero e não O amo.

2 comentários:

Humilde Servo disse...

Carissímo, não desanime. Continue Orando a Deus, mesmo que sinta esse vazio.
Com a persistencia na Oração irá por certo alcaçar um preenchimento para esse seu vazio.

Que Deus o Abençõe.
Obrigado pela visita.

Paulo disse...

Amigo "Humilde servo" não é desanimo que sinto por vezes, mas sim um "vazio" por vezes nas palavras que Lhe dirijo.