09 julho 2013

O pequeno conto da fábrica de Terços

Há entre o céu e a terra, uma usina, onde anjos produzem terços em cadeia, sob o ritmo das orações do Pai Nosso e da Ave Maria, e tudo sob a benevolente direção do Arcanjo Gabriel. Ao término da confecção dos terços, estes são apresentados à Virgem Maria, que lhes atribui uma intenção, antes de serem enviados por toda a terra através de multidões de anjos, encarregados da postagem: os terços elaborados são terços de emergência. Semelhante a um tercinho comum, o terço celeste, qualificado como “de urgência” não difere daqueles que são fabricados aqui na terra, em relação à aparência; difere, sim, devido ao seu poder celestial de incentivo à oração. Assim, por todo o planeta, a qualquer hora do dia ou da noite, em qualquer lugar, em casa, na Igreja, no trabalho, na rua, nas profundezas de um campo enlameado, uma pessoa, à vista desse objeto familiar ou incongruente sentir-se-á quase que irresistivelmente impelida a orar intensamente, mas sem intenção específica, a não ser a que nos liga à Virgem Maria. Basta que, neste instante preciso, esta pessoa aceite fazer uma pausa na própria vida, dedicando um momento seu a esta oração, em benefício, por exemplo, de uma alma desconhecida, que esteja necessitando urgentemente de socorro, para que, imediatamente, seja acionada uma extensa operação de resgate celestial. É neste momento que ocorre a agitação entre os anjos socorristas, agitação que coordena, acompanha e antecede a Jesus. Pois, desde que Deus, o Pai, após ter criado o universo, decretou que nada mais aconteceria sem o homem, para que o céu intervenha, ele depende da boa vontade humana. Bem sabe disso o arcanjo Gabriel, que teve a honra e a missão de requerer a mais importante dessas autorizações junto à Virgem Maria, para que o próprio Filho de Deus pudesse intervir para salvar toda a humanidade. Autor Desconhecido Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois Vós entre as mulheres, bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

1 comentário:

rafael campos disse...

Paz e bem
Venho por esses dias através do meu vlog combatendo os inimigos da Igreja se puder me dar uma força serei muito grato
http://www.youtube.com/watch?v=_UosQQGCv24&hd=1

att

Claudio Campos