20 abril 2006

Confissão

Confessemos os nossos pecados. (Palavras do sacerdote)
(e são tantos que temos)
Confesso a Deus todo-poderoso

(sim a Deus, em quem creio sem hesitações apesar de, por vezes, duvidar)
e a vós, irmãos,

(se todos pensássemos assim, dar-nos-ia-mos melhor)
que pequei muitas vezes

(infelizmente como humanos que somos, uns mais outros menos)
por pensamentos

(a maioria das vezes é no silêncio dos pensamentos que mais pecamos)
palavras,

(depois de serem ditas, já não pudemos voltar atrás)
actos
(tantos…)
e omissões,
(talvez sejam como os pensamentos, porque omitir é também nada dizer)
por minha culpa,
(se tal não fosse sentir-nos-ia-mos mais leves)
minha tão grande culpa.
(Porque continuamos a cair nos mesmos erros dia após dia)
E peço à Virgem Maria,
(mãe de Jesus e de todos nós)
aos Anjos e Santos,
(seres que já foram como nós e agora estão junto a Deus, intercedendo por nós)
e a vós, irmãos,
(novamente devemos reflectir sobre essa palavra “irmãos”, que muito tem para nos dizer)
que rogueis por mim
(se cada um rogar por outro, estaremos todos a rogar por todos)
a Deus, nosso Senhor.
(Deus, a Luz da nossa existência, quem guia os nossos passos, nesta caminhada em busca da santidade)
Segue-se a absolvição do sacerdote:
Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.
(Deus É compaixão e se soubermos Escutá-lo, no ar que respiramos, nas águas onde nos banhamos, na paz que se sente dentro da cada D`Ele, a verdade é que seremos perdoados e seremos conduzidos à origem das nossas almas)
Amen.
(assim seja)
OBS: Transcrição de um PPS. (caso alguém queira nessa versão, mandem um email.)

13 comentários:

A Capela disse...

pensar as vezes que dizia, sem rezar, esta, e tantas outras orações se não mesmo Missas inteiras. E o tal "clique" que tardava....
Amen, sim!
Malu.

NaSacris disse...

É uma meditação interessante. Se puder pode enviar-me em versão PPS. abraço!
Ah! Obrigado pela visita!

padrecarlos disse...

Gostei do post. O meu mail é charlesalmeida@sapo.pt Manda se quiseres.
Um abraço

Paulo disse...

Amiga Malu, eu também inumeras vezes faço isso.

Paulo disse...

Obrigado Pedo pela visita e apoio. Volte sempre que queira

Paulo disse...

Obrigado Padre Carlos

Sonhadora disse...

Gostei muito desta tua "análise" da confissão. Por vezes dizemos estas palavras sem as sentir...
Obrigada!

Paulo disse...

exacto sonhadora

A Capela disse...

Venho agradecer a apresentação. :)
Quanto à música, estava no formato WAV? Penso que é o formato que suporta.
Bgda, Malu.

Nova Evangelização disse...

Caro Paulo

Obrigado pela sua visita ao Nova Evangelização Católica.

Seria tão bom se nós, Cristãos e Católicos, fôssemos mais unidos e generosos!

Mas, infelizmente, não é o caso, o que não nos deve, de modo nenhum, deixar indiferentes, antes pelo contrário.

E assim devemos também duplicar, se possível, o nosso esforço nesse mesmo sentido, mas de modo consciente e responsável, tanto quanto possível, por mais que nos custe.

Efectivamente, vejo, por aí, tanta desunião e soberba, tanto egoísmo e comodismo, tanta tibieza e rebeldia, que por vezes também fico um pouco esmorecido, como penso acontecer com a maioria das pessoas!

Que Deus e também Maria, a Mãe da Igreja, nos ajude a todos, tornando-nos mais humildes e dedicados, mais simples e puros, tais como as criancinhas!

Abraço fraterno.

José Mariano

P.S.: Os melhores votos para o seu blogue.

Manuel disse...

Olá,
Descobri o teu blog... e decidi linká-lo lá no Adro.

Paulo disse...

José Mariano, obrigado pelas tuas palavras.

Paulo disse...

Manuel, agradeço a sua visita. Ainda não adicionei ninguem no meu:(