18 abril 2006

Palavras para este dia


João 20, 11-18

Naquele tempo, Maria Madalena estava a chorar junto ao túmulo. Entretanto, inclinou-se para dentro do túmulo e viu dois anjos vestidos de branco. Estavam sentados no sítio onde tinha sido colocado o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. Eles perguntaram-lhe: "Mulher, por que estás a chorar?" E ela disse-lhes: "Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram." Logo a seguir, voltou-se para trás e viu Jesus, de pé, mas não sabia que era ele. Perguntou-lhe Jesus: "Mulher, por que estás a chorar? Quem é que procuras?" Ela pensava que era o homem encarregado da propriedade e disse-lhe: "Se foste tu que o tiraste, diz-me onde o puseste que eu vou lá buscá-lo." Jesus chamou-a: "Maria!" Ela então exclamou: "Mestre!" E Jesus disse-lhe: "Deixa-me, porque ainda não voltei para o meu Pai. Vai ter com os meus irmãos e dá-lhes este recado: eu volto para o meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus." Maria Madalena foi dar a notícia aos discípulos e dizia: "Eu vi o Senhor!"


Como gostaria de ter vivido naquele tempo, conturbado por certo, mas puro das impurezas a que hoje somos obrigados a assimilar. Ter estado perto Dele e ouvir da sua boca estas e outras palavras de Verdade Eterna.

2 comentários:

Malu disse...

"Tudo passa menos a Sua Palavra" -- Ouve-as Paulo, que podes. São vivas as palavras de Jesus, tal como 'naquele tempo'; tão vivas quanto Ele é e está.
E tão perto de ti, 'vê' - crê.

bençãos.

Paulo disse...

Obrigado Amiga Malu por palavras tão calmas e verdadeiras