10 outubro 2006

Oração


Eu pecador me confesso
Das faltas que contra Ti cometo
Dentro das imperfeições do meu ser


Não pretendo ser santo
Mas almejo a santidade
Na perfeição terrena

No meio do aparente caos
Em que vivemos apressadamente
Desejo a Paz para todos

Desejo que o Amor
Se sobreponha há guerra
Seja física ou preconceituosa

Eu pecador me confesso
Que muito pouco tenho feito
Para tornar realidade estes desejos
E assim sendo peço-Te
Que me ajudes a passar
Das palavras bonitas
aos actos concretos.

6 comentários:

nahar disse...

Ola PAulo, estou a fazer Teologia na faculdade de teologia da Unoversidade Catolica do Polo do Porto.
Agradeço eu tbm linko qnd tiver mais disponibilidade. hj estou cheio de trabalhos

abraço em Cristo

Pdivulg disse...

Gostei de orar contigo.

Paulo disse...

Obrigado Nuno pela resposta. Como estou no ISCRA podia ser que fossemos colegas...que o somos no curso. Abraço

Paulo disse...

Obrigado Pdivulg pela visita e por teres orado comigo.:)

a capela disse...

É. Esta é uma oração na qual nos convidas a rezar contigo.

:)

Paulo disse...

Convido? Nem me tinha apercebido disso Malu, a sério. Sou mesmo um naif ainda.